O Espírito Santo vem em auxílio da nossa fraqueza.(cf. Rom 8,26-27)
A omnipotência de Deus é misericórdia infinita,
cheia de cuidados e bondade para com as Suas criaturas.
Deus é um semeador de trigo de vida e salvação,
no terreno de liberdade que é cada um de nós.
Mas não é só Deus que semeia o humus dos nossos sonhos,
por isso, ficamos fracos e desorientados nos ideais e nas metas.
O Espírito Santo vem em nosso auxílio e segrega-nos a luz,
geme em nós a oração filial e reanima em nós o amor fraterno.
A vida de muitos nós parece-se a um campo abandonado.
Nele há trigo semeado no Batismo e na catequese de infância,
mas há também joio de caprichos e consumismo mimado,
há demasiadas horas de televisão, de novelas e marketing,
há curiosidades desnorteadas na internet e nas redes virtuais,
há experiências radicais em noitadas, festivais e praxes…
Liberdade não é os outros poderem semear o que quiserem,
mas é eu poder escolher o que quero que em mim se semeie.
Espírito Santo vem em nosso auxílio
e conduz os nossos passos, neste labirinto de boas novas,
com que somos bombardeados por todos os sentidos.
Faz brotar em nós o louvor perfeito e o amor verdadeiro,
para que a nossa vida frutifique paz e justiça
e a nossa presença seja pão que alimenta e fortifica.
Dá-nos o dom do discernimento que sabe escolher a vida
e o dom da conversão que sabe refazer e curar a consciência.
Ajuda-nos a ser pacientes com quem peca
 e a sermos criativos e perseverantes no anúncio do Evangelho.
Pe. José Augusto

Comentários

Comentários