26º Domingo do Tempo Comum – S. Teresa do Menino Jesus

Toda a língua proclame que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.(cf. Fil 2,1-11)

Em Deus, o amor é consolação, conforto, comunhão espiritual,
ternura e misericórdia, alegria plena, entrega total,
serviço paciente e humilde da salvação de todos.
Jesus é a imagem perfeita e próxima deste Deus,
que sofre por nós, ao nosso lado, como servo livre.
Segui-Lo, deixar-se transformar pela sua Palavra e pelo seu Espírito,
é deixar brotar no nosso coração os mesmos sentimentos,
a mesma ternura, o mesmo zelo missionário,
o mesmo amor pelos irmãos e pela criação.

A nossa língua sabe dizer coisas bonitas sobre Deus e aos outros.
Sabemos dizer “sim” no Batismo e na Confirmação,
“ámen” na Eucaristia e na Unção dos doentes,
“prometo” na confissão, no Matrimónio e na Ordem,
mas no dia a dia dizemos “não” com a vida!
Estamos no mês missionário e tomamos consciência do nosso dever,
mas pensamos mais em fazer ações, apresentar discursos,
do que irradiar Cristo pela qualidade das nossas relações!

Senhor, contemplo-me no teu espelho,
e como ainda estou longe de ser como Tu,
de amar e servir como Tu, de ser coerência como Tu.
Liberta-nos dos ídolos-modelo que distorcem a tua imagem
e nos enganam no caminho da felicidade.
Que o teu Espírito seja o nosso guia e O deixemos atuar,
para que descubramos a alegria de ter os mesmos sentimentos,
que nos fazem participantes da tua Páscoa de amor.
S. Teresinha, padroeira das Missões, ensina-nos
a evangelizar pelo testemunho do amor e pela oração!

Pe. José Augusto 

Comentários

Comentários