Baterás no rochedo e dele sairá água; então o povo poderá beber. (cf. Ex 17,3-7)

 
Deus é Fonte que jorra generosamente recriando a vida.
A fé é o caminho que nos conduz à Nascente,
à Rocha da nossa salvação no Horeb do Calvário,
apoiados no cajado do Seu Espírito que ilumina a confiança.
É uma Rocha que pede água, sedenta de se dar,
em diálogo que abre a mina atulhada que quer jorrar
e fazer de cada coração petrificado uma fonte boa
que vai ao encontro de quem tem sede para o saciar.
 
A evangelização não é preparar um kit de salvação,
envolvido-o em marketing de emoção e de argumentação,
para depois o entregar sem grande diálogo de aceitação.
A evangelização, segundo Jesus, é peregrinar no pino do dia,
sentar-se no poço onde as pessoas buscam consolação
e entrar como pedinte, em diálogo que abre o coração,
até que seja o outro, religioso ou não, a pedir dessa água viva
e a conduzir outros para esta Fonte que conhece o passado
e nos põe a todos em busca desta Rocha de Salvação.
 
Senhor Jesus, Rocha peregrina e mendiga, sedenta de se dar,
faz desta Quaresma o poço do encontro e do diálogo contigo,
que surpreende a rotina do adultério inconsciente e consentido.
Ajuda-nos a descobrir a boa nova do sacramento da confissão
Àquele que conhece o nosso passado de pecado, sem nos humilhar,
e nos surpreende com o dom da água viva do Seu Espírito e perdão
e faz de nós suas fontes a indicar a Nascente onde nos podemos saciar.
Conduz a Igreja às periferias das samarias adversas de hoje
e ensina-nos a continuar a Tua missão de evangelizar. 

Pe. José Augusto Leitão

Comentários

Comentários