Por Ele acreditais em Deus, que O ressuscitou dos mortos e Lhe deu a glória.(cf. 1Ped 1,17-24)

 

Deus, entre muitas formas humanas de viver,

aprovou a de Jesus, eternizando-a.

Deus, no seu amor pela humanidade, fez temporário o que é dor,

cegueira de sentido, guerra injusta, solidão encarcerada.

Jesus, Seu Filho, encarnou com a missão de evangelizar a vida,

anunciar a esperança da salvação pelo caminho do amor,

iluminar a dependência do pecado que inferniza a vida,

recuperar a dignidade de criatura única e amada

e eternizar um caminho que conduz ao Céu, aqui e para sempre.

 

Somos muitas vezes missionários virais da desesperança.

Vestimo-nos de traje de lamentações e tristeza.

Arrastamos outros para a revolta e a descrença.

Caminhamos em fuga da comunidade e de regresso ao passado.

Fazemos da evangelização (boa nova) uma anti-missão,

criticando tudo e todos, lavando as mãos da omissão,

declarando incurável este mundo em que vivemos.

 

Senhor Jesus, caminho seguro para a salvação eterna,

cura-nos de tudo o que nos impede de Te ver

companheiro da esperança a acompanhar-nos no volta-atrás.

Dá-nos a sabedoria da Tua Palavra e o ardor do teu Espírito

para que se faça luz e o amor floresça amor solidário.

Alimenta-nos com o Pão do Céu que cura a fé

e nos coloca em missão, correndo pela noite que anuncia a aurora.

Pe. José Augusto

 

Comentários

Comentários