A amor ajuda o mundo a mover-se.

Anda o mundo em movimento

Num corrupio constante

Não para um só instante

Eu pus-me então a pensar

Que força o faria andar

Sem nunca se defender

Descobri que não se muda

Que só o amor o ajuda

Neste constante mover.

 

Há milhares, milhões de anos

Que se move sem parar

E sem nunca reclamar

Eu pensei só para mim

Como pode andar assim 

Sem nunca se defender

Descobri que não se muda

Que só o amor o ajuda

Neste constante mover.

 

Mas há outro movimento

Diferente da rotação

E mesmo da translação

Pois quero aqui recordar

Quem o faz rodopiar

São os valores, do “SER”

Descobri que não se muda

Que só o amor o ajuda

Neste constante mover.

 

Entre tanto movimento

Que põe o mundo em acção

São os grandes valores

Que brotam do coração

Entra em todos os sectores

É o amor em acção

Descobri que não se muda

Que só o amor o ajuda

Nste constante mover.

 

Irmã Gracinda

Pinhel – 2015

 

Comentários

Comentários