A MELHOR HISTÓRIA DE AMOR QUE EXISTE
Eu sou curiosa.
Dedico-me a ler de tudo um pouco.
Associando à moral das histórias/contos que leio apreendo sentimentos.
Viver os sentimentos honestos não é vergonha.
Vergonha é pura e simplesmente viver sem sentir nada.
Vergonha é congelar sentimentos de amor, amizade, respeito e generosidade.
A melhor história que existe é o Sherek.
Para quem não saiba
Sherek é uma figura imaginária verde, má e com muito mau aspecto…

Figura extraordinária que representa a Humanidade.
Deus quando nos criou. Fê-lo de forma livre.
Segundo ELE podemos ser bons ou maus.

Sherek escolheu à maneira dele torna-se bom.
E à sua maneira lutou por sentimentos que a Humanidade não valoriza ou mal o faz.
O aspecto físico dele (verdinho e gigante) impedia-o de ver o mundo feliz e ser feliz.
Ao passar do tempo, Sherek acabou por escolher o amor de Fiona.
Fiona, a princesa humana.

Aquela personagem perfeitinha, mas amaldiçoada pelos erros do seu pai.
Ambos acabaram por se deixar vencer pelo AMOR VERDADEIRO e preferiram
companhia um do outro.

Moral da história/Receita de se ser feliz:Aspecto físico só tem valor para quem não conhece amor.
Amor é sentimento que assusta, mas vale a pena.
Quem ama luta pelo amor da pessoa escolhida.
Quem ama valoriza porque o coração não acumula bónus.
Ou se valoriza todos os dias ou o sentimento morre.
Amor não se compadece com medos.
Amor significa muitas vezes “cortar cordão umbilical com a família de origem” e criar
uma nova vida, totalmente de raíz.
Nem tudo se conquista ou se pode receber das nossas famílias de origem.
Preserve-se amor quando se teve o milagre de o encontrar.

Maria Barreira

Comentários

Comentários