Acólitos: Peregrinação Nacional em 2015 a Fátima.

Por mais um ano, os acólitos portugueses no primeiro dia de mês de maio, e mês de Maria peregrinaram ao Santuário de Fátima, para realizarem a sua “Peregrinação Nacional”, contando este ano com a participação de 6500 acólitos. 

O programa contou de várias actividades, sendo o ponto alto a eucaristia celebrada na basílica da Santíssima Trindade, presidida por d. José Cordeiro, bispo de Bragança – Miranda. Que realçou a importância dos acólitos na eucaristia e outras celebrações litúrgicas, segundo as suas palavras “Servir ao altar é servir a Cristo e aos irmãos, não só na celebração litúrgica, mas na liturgia da vida de cada dia. Servi a Cristo na Família, na Paróquia, na Escola, nos mais pobres, nos mais idosos, nos doentes, ou melhor, a todos os que precisarem de vós’’.

O bispo de Bragança – Miranda recordou ainda duas figuras importantes São José, dizendo: “José, o homem do silêncio ouvinte” que contrasta com o tempo actual que “nada ajuda ao silêncio interior”. E o Beato Francisco, que “experimentou Deus na simplicidade do coração” e “traduziu” o sentido da liturgia.

Há que lembrar o esforço e o trabalho realizado pelo Serviço Nacional de Acólitos, através do seu director o Pe. Luís Leal e do seu secretario José Eduardo, que tanto trabalharam, com o apoio dos voluntário apelidados de ‘’Laranjinhas’’, que se esforçam para que tudo corra bem. Agora há que esperar mais um ano com alguma nostalgia pela próxima Peregrinação Nacional de acólitos, que se realizara ao contrário de outros anos no dia 30 de Abril de 2016! 

João Maneiras

Comentários

Comentários