Ao santo são João

Peguei no telemóvel

Fiz ao céu uma ligação

E pedi para falar

Com o Santo São João.

Convidei-o para a farra

Ele acedeu gentilmente

Trouxe vasos de alegria

Que ofereceu a toda a gente.

Fui com ele à sua festa

Levei-o às Fontainhas

Ele bateu os martelinhos

Em todas as cabecinhas.

Rua a baixo, rua a cima

No meio dos empurrões

Conseguiu uns manjericos

E centenas de balões.

Eu fiquei boquiaberta

Com tamanha aquisição

Que ele arranjou para dar

Num jeito de ser irmão.

Vamos lá imaginar

Que manjerico e balão

No dia da sua festa,

Nos dá o Santo João.

Num gesto de agradecer

O que tinha para dar

Foi por todos, convidado

Para na festa almoçar.

E nunca imaginou

O penitente João

Comer uma sardinhada

Em jeito de folião.

Imaginem sua presença

Verdadeiramente real

Pois todo este cenário

Não passa de virtual.

Ir. Gracinda Martins

Pinhel -2015

Imagem: igreja do Vale do Seixo

Comentários

Comentários