No dia do falecimento do Padre Manuel Joaquim Martins, um grupo de sacerdotes tomou o compromisso de, em todos os últimos sábados do mês, se deslocar à Bismula para celebrar uma Eucaristia de Homenagem em memória do seu companheiro. É particularmente significativa nas vésperas da Solenidade do Dia de Todos os Santos e Comemoração do Dia de Todos os Fiéis Defuntos.
Com o apoio incondicional dos familiares, do então Pároco Padre Hélder Lopes, e hoje do Padre Daniel Cordeiro, este encontro tem-se realizando mensalmente.
Neste último sábado de Outubro, mais quente que o previsto, partilhamos a Eucaristia com sacerdotes e crentes na Igreja Matriz da Bismula.
Um Celebrante, proferiu algumas palavras, salientando que é um bem caminhar para a Casa do Senhor. Hoje fazemos memória do nosso saudoso amigo Padre Manuel, que partilhou a seu ministério sacerdotal com generosidade e dedicação.
No final da Cerimónia Religiosa, recolhemos as opiniões de alguns padres assistentes e de alguns fiéis presentes.
Padre João Carvalho Nunes de Alcaria
“ Esta iniciativa nasceu de uma forma espontânea, no próprio dia do seu falecimento. Não podíamos, não devíamos ficar indiferentes, esquecer este nosso amigo, dada a grande amizade manifestada há largos anos entre nós. Manifestamos o nosso apreço à família, que aderiu de imediato. Contámos com o apoio da Paróquia da Bismula. Esta nossa atitude é um sentimento de gratidão por alguém que olhava para o presbitério com olhos de proximidade e de união. Este encontro mensal é importante, fazemos memória e convivemos com os familiares”.
Padre Paulo Gomes da Costa Afonso dos Foios
“A nossa amizade começou quando no Sabugal fizemos a quarta classe, as nossas professoras primárias eram irmãs do saudoso Cónego Mário Gonçalves. Durante muitos anos, às terças-feiras, reuníamo-nos para fazer as nossas análises pastorais e debatiam-se ideias. Almoçávamos, visitávamos os nossos colegas sacerdotes, principalmente os doentes. Criámos uma equipa de amizade forte num presbitério infelizmente muito dividido.”
Padre Júlio Martins Pedroso de S. Pedro de Rio Seco
“ Estou a ouvir as declarações dos meus amigos sacerdotes e confirmo inteiramente as suas afirmações, referentes ao Padre Manuel Joaquim Martins. Não me esqueço da sua preocupação de visitar os sacerdotes, inclusive chegámos a ir à Cidade de Rodrigo em Espanha.”
Ricardo Miguel Tomé Caetano – Acólito
“Foi uma Eucaristia Normal, mas para ser todos os meses é porque o Senhor Padre Manuel tinha muitos amigos, que não se esquecem de o lembrar com este ato religioso.”
Mariana Salgueiro – Professora
“Exerci a minha profissão em Coruche, Viana do Castelo, Alcobaça e Benedita e nunca tive conhecimento, nunca vi que um grupo de sacerdotes tomasse esta iniciativa para se lembrar de um colega falecido, celebrando mensalmente uma Eucaristia. Tomar este compromisso é revelador de que o Padre Manuel Martins foi um padre diferente, angariou amigos que o recordam.”
Maria Rita Brigas Leal – Ex Catequista
“Venho sempre, espero nunca faltar, por todas as razões e por razões familiares. Este grupo de Padres vir à Bismula todos os meses, revela a grande amizade e consideração pelo nosso Conterrâneo”
Maria Albertina Vasco- Utente do Lar
“Enquanto puder não falho. Venho com algum sacrifício, desloco-me do Lar de Nossa Senhora do Rosário, com algumas dificuldades, mas aqui estou.”
Maria de Lurdes Martins – Ex – Catequista
“É um ato importante celebrado, na nossa Paróquia da Bismula, por amizade ao nosso Padre Manuel Martins”.
Maria Stela Antunes – Ex-Emigrante
O Padre Manuel foi um Homem de Missão, que deu frutos de fé, de esperança, de caridade, de simplicidade e humildade. Esta vinda à Bismula revela que alguns dos seus colegas padres ainda têm memória”.
Em romagem ao Cemitério da Bismula, junto à campa de Padre Manuel e família, ergueram-se preces por ele e por todos os que ali repousam.

António Alves Fernandes
Aldeia de Joanes
Outubro/2014

Comentários

Comentários