“Coisa de Deus é a Fazenda da Esperança”

No ano da Fé, num tempo onde tudo se questiona, é tempo de olharmos para o nosso Interior e valorizarmos um pouco, do muito que por aqui se faz. Um olhar de Fé, mas também de esperança, otimismo, coragem, e muita humildade, fazem de todos os intervenientes grandes seres, com uma capacidade de resiliência fantástica. Quero aqui, nesta pagina, falar-vos um pouco sobre uma obra que acredito desconhecida para muitos, mas nem por isso perde a sua importância e grandeza.

Fazenda da Esperança, como o próprio nome indica é um lugar mágico, onde os pesadelos viram Fé, onda a dor adormece e deixa o sol brilhar, onde a esperança é lugar-comum, porque o Pai é de todos, e é de todos de uma forma igual. Deus com o seu poder sublime é o ponto de referência desta obra milagrosa. Digo referência, porque está edificada sobre os pilares da Fé. A Igreja a mentora desta causa, também ela apoiada por todos que fazem desta, a sua forma de vida. Uma causa de boas vontades, voluntariado, dedicação, amor ao próximo, mas sobretudo de esperança.

Maçal do Chão, a Paróquia que recebeu esta obra, é uma pequena aldeia do Arciprestado de Celorico, da Diocese da Guarda.

Situada entre arvoredo e com uma ruralidade envolvente invejável, encontra-se a casa da fazenda. Uma arquitetura moderna, com vários pontos de referência à Fé, fazem deste espaço um lugar único de aconchego e fraternidade. A paz campestre que nem o vento perturba é ninho para aconchego nos braços de Deus. Um sítio aprazível para libertar os fantasmas da alma.

A Igreja católica Portuguesa abraça assim um projeto, em que através da vida comunitária, espiritualidade e trabalho vence o flagelo das dependências. A toxicodependência, o alcoolismo, o tabagismo, são alguns dos males tratados sem ajuda de fármacos.

As regras baseadas em Oração, contemplação, trabalho e respeito, são o mote para um sucesso anunciado.

Cada caso é um caso, todos com histórias de vida marcante, jovens, menos jovens, dão os seus testemunhos com um brilho no olhar, felizes por terem conseguido mais uma vitória, mais um dia em que, com a graça de Deus conseguiram ultrapassar dando mais um passo a caminho da sua recuperação. Vislumbram na orla do horizonte uma réstia de esperança.

Nesta travessia da vida, acompanhados por Deus, encontramos já alguns jovens da nossa região, bem como de outros pontos do País. O objetivo é chamar mais moradores para a casa, acolhê-los e ajudá-los nesta travessia de mudança. Uma tarefa só possível com muita e boa vontade de quem se dá aos outros, mas que no fundo recebe um coração preenchido.

A envolvência da sociedade civil, do cidadão comum é outro dos objetivos para levar a bom porto este projeto admirável. Os conhecimentos, a partilha, o acolhimento são talentos desejados numa obra que é de todos.

A Fazenda da Esperança, está aberta a todos quantos queiram passar por la, para testemunhar e colaborar com os seus habitantes.

Todas as Quartas- Feiras é feita a Celebração Eucarística às 18h30.

Domingos, acolhimento de visitantes a partir das 15h30.

Será sempre bem recebido, pois a simpatia e a humildade destes jovens é acolhedora!

Maria Clara Correia, catequista em Vila Franca das Naves

Comentários

Comentários