II ACÇÃO DE FORMAÇÃO PARA GUIAS E AGENTES DE TURISMO
4 Maio 2012 | Escola Superior de Turismo e Hotelaria / Instituto Politécnico da Guarda, Seia

Considerando a crescente importância do património religioso, como fonte insubstituível de fruição cultural e um dos principais recursos turísticos em todo o mundo, a ausência de uma estratégia de actuação neste sector tem motivado, desde logo a partir da Santa Sé, diversas recomendações no sentido de ser promovida a formação especializada de guias turísticos e de todos quantos conduzem visitas em templos católicos.
Tendo em vista a implementação de iniciativas concretas, que potenciem ainda a sua utilização educativa e pastoral, terá lugar na Escola Superior de Turismo e Hotelaria/IPG, no próximo dia 4 de Maio de 2012, a II Acção de Formação para Guias e Agentes de Turismo, dedicada ao tema “Como Visitar uma Igreja”. Iniciativa organizada pelo Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja em parceria com a Escola Superior de Turismo e Hotelaria, pretende explorar a especificidade das igrejas afectas ao culto, contextualizadas num mais vasto programa de interpretação, capaz de contrariar as frequentes leituras superficiais, como factor valorativo e enriquecedor da visita.
Considerando a sacralidade do lugar e a sua função primordial, tem por base o significado original das diversas expressões artísticas presentes, com destaque para o potencial do seu acervo patrimonial, manifestações vivas de fé ao serviço da evangelização, integradas no âmbito litúrgico para o qual foram concebidas.
Compreender o culto, saber ler o espaço e deixar-se interpelar pela beleza da Arte Cristã, descobrindo a mensagem intrínseca em cada monumento e nas suas obras, são algumas das abordagens a desenvolver pelos diversos especialistas convidados a participar.

PROGRAMA

09h30 Acolhimento

10h00 Abertura

10h15 Introdução
Turismo religioso em Portugal: factos, constrangimentos e perspectivas
A importância da visita integrada, como factor valorativo e contextualizante

11h15 Pausa

11h30 Compreender o culto
A arte de celebrar: conhecer os actos e decifrar os símbolos

12h15 Conhecer o espaço
Leitura e compreensão de um templo católico: lugares de culto e espaços-chave

13h00 Almoço livre

14h30 Entender os objectos
Instrumentos vivos ao serviço da fé: a função das obras e alfaias litúrgicas

15h15 Interpretar as Imagens
Do esplendor da arte à manifestação da fé: experienciar e saber comunicar

16h00 Pausa

16h15 Transmitir a História
As circunstâncias histórico-artísticas no processo de reconhecimento e valorização

17h00 Saber guiar
Do acolhimento ao percurso: locais elegíveis, circuitos aconselháveis e factores de atractividade

17h45 Encerramento

cf: http://www.bensculturais.com/como-visitar-uma-igreja

Comentários

Comentários