FUNDÃO – PRIMEIRO COLÓQUIO DE ESCUTISMO – “ O PENSAMENTO DE BADEN POWELL NO SÉCULO XXI

No próximo dia 4 de Março, na Cidade de Engenho e Arte, “A Moagem”, no Fundão, vai realizar-se pela primeira vez na Diocese da Guarda, um Colóquio Escutista.

Neste projeto muito ambicioso, conseguiu-se juntar na organização uma significativa representatividade escutista, nomeadamente a Junta Regional do CNE e os Núcleos da Fraternidade Nuno Álvares da Covilhã, Teixoso e do Fundão, com a particularidade de, nesse dia, se comemorar o primeiro aniversário do Núcleo Fundanense. Não podia ser da melhor forma celebrar a festividade com este acontecimento organizado na cidade do Fundão.

Esta iniciativa só foi possível concretizar com o suporte organizativo do Município do Fundão, na pessoa da Dra. Alcina Cerdeira, Vereadora da Área Educativa, e do esforço concertado da Junta Regional e Núcleos já citados.

O evento será uma oportunidade única para reflexão e debate entre escuteiros e para escuteiros. Assim, espera-se uma participação maciça, contando-se a maior presença de todos aqueles que sentem e vivem os ideais do movimento escutista, principalmente noviços, caminheiros, candidatos a dirigentes, antigos escuteiros, dirigentes e os escuteiros adultos da fraternidade.

A abertura do Colóquio será da responsabilidade do Presidente da Camara Municipal do Fundão, um antigo escuteiro. Por ordem do programa delineado, seguem-se outras individualidades convidadas, nomeadamente o Secretário de Estado da Juventude, Professor Dr. João Costa, ex-Chefe Regional do CNE de Setúbal, o recém-eleito Chefe Nacional, Ivo Oliveira e também recente nestas funções, o Presidente Nacional, Domingos Leal Paço.

Do Departamento Nacional do Ambiente da Fraternidade Nuno Alvares Pereira, dissertará o Fraterno David Loureiro.

As últimas intervenções cabem ao Padre Luís Marinho, atual Assistente Nacional do Corpo Nacional de Escutas e ao Padre Virgílio Ardérius, antigo escuteiro, formador do CNE, um Dirigente que a Região da Guarda nunca deve esquecer por inúmeros serviços prestados pela causa escutista.

No final das intervenções, segue-se um debate assente nas conclusões, com três pontos fundamentais, SER – SABER – AGIR, tendo como moderadora a Vereadora Dr.ª Alcina Cerdeira.

A Comissão de Honra é presidida por D. Manuel Rocha Felício, Bispo da Diocese da Guarda, contanto ainda com o Dr. Paulo Alexandre Bernardo Fernandes, Presidente da Camara Municipal do Fundão, Ivo Oliveira, Chefe Nacional do Corpo Nacional de Escutas e de Domingos Leal Paço, Presidente Nacional da Fraternidade Nuno Alvares. Aliás ressalve-se é a primeira vez que na Diocese da Guarda, se juntam oficialmente os dirigentes máximos do CNE e da FNA, no contexto do atual figurino, ou seja, desde que a FNA se assumiu como uma estrutura de escuteiros adultos.

Aguarda-se por isso, com muita expetativa, encher o Anfiteatro da Moagem, com a presença de diversos escuteiros, estejam ou não no ativo, de diferentes estruturas organizativas, como o CNE, FNA ou mesmo AEP, de várias faixas etárias, porque como dizia Baden Powell: “ESCUTEIRO UMA VEZ, ESCUTEIRO PARA SEMPRE!”

António Alves Fernandes

Aldeia de Joanes

Fevereiro/2017

 

Comentários

Comentários