A graça que derramou sobre nós, por seu amado Filho. (cf. Ef 1,3-6.11-12)

A história é a manifestação da graça superabundante de Deus.
É uma graça recusada pelos nossos primeiros pais
e acolhida pelo sim de Maria, a nova Eva.
Ela gerou Aquele que A salva, o Canal da graça que A enche!
A sua humildade e obediência pela fé
faz dela a Mãe do Filho do Altíssimo e a Mãe da Igreja.
Ela canta o cântico do Cordeiro como solista do Advento:
“Eis-me aqui, Senhor, para fazer a tua vontade!”

No sonho de Jesus Cristo todos somos Maria,
geração redimida, coro de santos, assembleia sacerdotal!
No sonho de cada um de nós está ainda ser filho de Adão e Eva:
cobiça desobediente, aventura idolátrica, egoísmo camuflado!
Maria desafia-nos a ser seus filhos, a viver da fé,
para que Cristo possa nascer e manifestar-se hoje,
por meio destes pobres instrumentos,
servos da missão de Deus e peregrinos de Cristo!

Senhor, olho Maria e maravilho-me com o seu sim,
mas, quando A tento imitar, tenho medo de me entregar,
de Te dizer sem reservas: “Faças em mim, segundo a tua vontade!”
Quantas vezes suspendi a Tua graça e a Tua santidade, 
para dar um ar da minha graça e da minha liberdade?
Maria, Mãe de braços estendidos para nos dar a mão
e de mãos erguidas para interceder por nós,
ajuda-nos a caminhar com Cristo, fecundados pelo Espírito,
para vivermos este ano missionário com humildade e ousadia!

 

Padre José Augusto

Comentários

Comentários