Inposição das cinzas.

Hoje é Quarta-feira de Cinzas
Dia em que iniciamos a Quaresma
Com um gesto simples, significativo
O da imposição das cinzas.
Este gesto recorda que somos pó
E em pó um dia nos vamos tornar
Que todos somos deste pó, da terra
E à terra um dia vamos regressar
Levando o dom um dia recebido
O grande e imenso dom da vida
Este mistério que nos é oferecido.

A Quaresma fala-nos da morte
E da morte-vida-ressurreição
De penitência e amor-conversão
Fala-nos da realidade de sermos pó
De sermos humanos e pecadores
Pobres e humildes de coração
Confiantes no abraço que nos espera
Na madrugada da Páscoa-Ressurreição.

A Quaresma fala-nos de perdão
Com abraço de ternura-amor
Nascido da vida entregue na cruz
Dado pelo nosso Redentor, Jesus
Porque apesar do nosso pecado
Deus não nos abandona no caminho
Espera-nos para a festa do perdão
E connosco partilha a vitória do amor
Anunciada e firmada na ressurreição.

A Quaresma é tempo de caminho
Aponta o além, a meta como cruz
Onde nos espera o Senhor Jesus
Para nos abraçar no seu amor
Ele é o Senhor da minha vida
De todo o nosso ser e coração
Abriga-nos à sombra do teu amor
Acolhe-nos com tua mão-ternura
Conduz-nos pelos caminhos rectos
Pelo que são mais seguros
Liberta-nos de toda a tentação
Ilumina as pregas escuras
Que ensombram o nosso coração
Faz-nos ver a alegria da tua salvação.

Irmã Gracinda
Pinhel – 2015

16655332775_b856705f81_z

Comentários

Comentários