Páscoa, lugar do beijo de Deus

Paz e esperança para todos vós.
A Páscoa é acontecimento da ressurreição, mediante a qual o Amor de Deus salvou o mundo, iluminou a história, permite ver mais longe, e cria nova esperança. É dia de reavivar a fé em Jesus Cristo, para entrarmos no seu caudal de Amor no Pai, por cada irmão e irmã, na nossa vida.
Convido-vos hoje, a olhar para o beijo, como símbolo e sinal, da Páscoa de Jesus.
No beijo do Evangelho, sinal de respeito, deixamos que Ele, ilumine a nossa face, os nossos olhos, os nossos braços, os nossos pés, e o nosso sorriso, com misericórdia. Quando no silêncio, e na intimidade do diálogo com Ele, a nossa vida se torna oração pela caridade, a Palavra acontece, e e saboreamos uma vida renovada e com sentido.
No beijo do altar, estão espelhadas, a intensidade da amizade a Cristo, o seu leal aprofundamento, e a dedicação à missão. É n’Ele, pedra angular, nO qual a Igreja está edificada, que alicerçamos a fé em comunidade, e Lhe confiamos a nossa vida. Jesus Cristo, fidelidade profunda, está sempre, em e através de nós, e n’Ele somos felizes, quando fazemos as suas obras, e somos testemunhas da ressurreição.
O beijo da paz, é a ternura de um Deus, presente e misericordioso, que te pede generosidade; nos pensamentos, palavras, e gestos. Testemunhemos em nós e na forma como servimos, uma mentalidade e cultura da paz, onde a honestidade, o respeito, a cordialidade, sejam marca transparente do amor de Cristo Ressuscitado, por todos e cada um de nós.
No beijo da cruz sentimos que, o sofrimento humano pode-nos afastar da paz, esperança, e alegria. A Páscoa, passagem do Senhor, é a lembrança de que o silêncio de Deus, com o povo de Israel, na Paixão de Jesus, e nas nossas dificuldades, terá sempre o comprimento do Reino; amor, paz, bondade, justiça.
Uma Santa Páscoa para todos vós!
Aleluia, Aleluia!
Hugo Martins, padre

Comentários

Comentários