09-04-11

A Câmara Municipal de Seia inaugura hoje o Museu Natural da Electricidade, localizado na Senhora do Desterro. Este ato está teve inicio às 15:00h.
Com este novo equipamento cultural, o Município pretende “dar a conhecer o passado, o presente e o futuro da produção de electricidade no Sistema Hidroeléctrico da Serra da Estrela, divulgando o património tecnológico, natural, social e cultural que lhe está associado”.
O Museu nasce a partir da centenária Central da Senhora do Desterro, o primeiro aproveitamento hídrico, dos quatro existentes sobre o rio Alva, a ser instalado pela Empresa Hidroeléctrica da Serra da Estrela (EHSE), hoje EDP, que permitiu que a 23 de Dezembro de 1909 a energia eléctrica chega-se a Seia pela primeira vez. Antecessora daquilo que são hoje os serviços da EDP, pelo processo de nacionalização que decorreu em 1975, a EHSE foi um marco no desenvolvimento da região.
A autarquia refere que “estes acontecimentos foram de grande relevo para o Concelho e marcaram o início de uma era de parcerias que o Município de Seia viria a estabelecer com a EDP, de que constituem exemplo o Call Center e a cedência da Mata e Central Hidroeléctrica da Senhora do Desterro, agora Museu Natural da Electricidade”.
Nesta semana de abertura, o Museu acolhe, até sexta feira, a iniciativa “Seia, Construindo a Energia do Futuro (Seia building Energy for the future)”, em associação à Semana Europeia da Energia Sustentável. Além das bibicletas eléctricas existentes no local e de outras iniciativas sobre eficiência energética, desenvolvidas em parceria com a ADENE – Agência para a Energia, o Município oferece a entrada no Museu e disponibiliza transporte gratuito de Seia (largo da Câmara) até ao Museu.
Ficam aqui algumas imagens da visita feita por alguns padres do arciprestado de Seia feita à margem das confissões na Igreja Nova de São Romão.

Comentários

Comentários