Na intimidade da Ceia

A linguagem do gesto

Feito na ceia de intimidade

Naquela que foi a última

O gesto de amor-verdade

De Jesus aos seus amigos

Cimentou funda a unidade.

 

Sabendo chegada a sua hora

Levantou-se então da mesa

Cingiu uma toalha à cintura

Pegou numa bacia com água

Ajoelhou em gesto de ternura.

 

Tomando a condição de servo

Lavou-lhes os pés com amor

Pede que o gesto seja repetido

E, sendo Ele Mestre e Senhor

Diz, não ser agora percebido.

 

Inaugura aqui nova linguagem

A do gesto com significado

Carrega o sentido que contém

Gesto de Amor-terno ofertado

A todos, a ti e a mim também.

 

Façamos então como Ele fez

Seremos felizes se o fizermos

Isto mesmo nos recomendou 

Façamos nós o que pudermos

Com seu amor nunca nos faltou.

 

Irmã Gracinda

 

Pinhel – 2015

Na intimidade da Ceia

Na intimidade da Ceia

Comentários

Comentários