“A Semente é a palavra de Deus e o semeador é Cristo”

Dirijo-me a todos vós, no dia em que conheceis, a minha nomeação para o serviço de pároco no arciprestado de Trancoso, nesta diocese da Guarda.

No dia 21 deste mês(segunda-feira), encontrei-me com o nosso bispo, onde ele me fez este convite. Foi um diálogo interessante entre um pai e um filho. Cerca de 24 horas depois, após direção espiritual, confissão, e oração, a minha reposta foi: sim.

Neste momento desejo saudar a todos, e a cada um de vós, que semeais a alegria e a esperança nas comunidades de Freches, Carnicães, Torres (Torres e Frechão), Vila Garcia (Vila Garcia e Freixial), Vale do Seixo (Vale do Seixo, Ameal, Carigas), Cogula e Falachos: o reverendo padre Celso Rocha Marques; o reverendo padre João André Gomes Marçalo; o reverendo padre Manuel Fernando Presa Valente; cooperadores mais próximos do pároco; autoridades académicas, civis, e militares; homens e mulheres de boa vontade, em especial os doentes, os pobres e os marginalizados. Na base da promoção da dignidade da pessoa, permiti que trabalhe convosco; na construção de um mundo mais justo e solidário e por isso melhor.

De São Gião (São Gião, Rio de Mel, Parceiro, Covão, Alentejo), Sandomil (Aldeia Nova, Cabeça de Eiras, Corgas, Furtado) e de Vila Cova de Seia; levo nas mãos aquilo que fui capaz de dar; nos ouvidos os conselhos que falei; na visão os olhares de que me compadeci; no paladar o alimento que partilhei; no olfacto o perfume com que ungi e sim no coração o que amei. Perdão pelo bem que convosco não semeei e bem-haja pelos frutos que Deus concede.

Peço-vos a vossa oração para que seja testemunha do lema que escolhi para o meu ministério presbiteral “Alegrai-vos sempre no Senhor” Fil 4,4.

Entrego-me à protecção de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e invoco para todos a bênção de Deus.

Hugo Martins – Padre

 

Comentários

Comentários