«Chegou a hora do adeus… No abraço dado em Deus, vamo-nos despedir»

Palavras de uma canção escutista, que nos dão hoje, razão para esta hora.

Queremos dizer a vossa reverência, senhor prior, que este abraço “dado em Deus”, nos torna presente na sua vida.

É hora dolorosa, esta, mas confortamos a ideia, o sentimento profundo, que vai continuar a sua missão, que teve tão presente no dia da sua ordenação sacerdotal. Estas experiências de vida que se vão acumulando, também com a dor, são, e vão ser, temos a certeza, força e coragem, para que a fidelidade à sua vocação, seja cada vez mais forte e eficaz, junto daqueles que o Senhor lhe vai confiando e ponto no seu caminho, e lhes vai abrindo o caminho da graça.

Não queremos pensar que vai partir. Queremos sim, estar presentes neste “abraço” e apesar da saudade, sentir que não nos pertence o direito de o sentir fisicamente na nossa paróquia.

Ficamos unidos fraterna caridade nos corações Deus e sua mãe, que vão ser, temos a certeza, aqueles de quem há-de receber todas as bênçãos com a sabedoria, alegria, a força, a coragem, a santidade com os outros dons do Espírito Santo. Os paroquianos de Vila Cova, confiam-no à protecção do coração de Jesus e de Nossa Senhora, para sempre.

Maria Olímpia Cunha Sério

 

Comentários

Comentários